Craftices: Quadro de Tecido e Porta Controle Remoto

Mais um quadro revestido com tecido, só que desta vez um pouquinho diferente.

Esse quadro aí não era assim quando foi comprado (e não foi por mim), lá em mil novecentos e bolinha.  Tentei até achar uma foto de antes do "antes" mas não consegui.  Nele havia uns girassóis e-n-o-r-m-e-s que parecia que iriam saltar dali e comer a gente.  Um dia eu me cansei de ser ameaçada de uma futura "girassolfagia" e passei um spray branco para cobrí-los.  Veja como são as coisas: eu nem ligava tanto para esses assuntos artesanais e ao invés de passar uma P.V.A. que seria bem melhor passei spray.  Enfim...

Peguei uns traços dos já falecidos girassóis esfomeados e fiz esse negócio aí, e até que ficou legalzinho.  O tempo passou, o tempo voou e de repente descobri que já não gostava mais desse arremedo de Romero Brito-depois-do-porre-de-cerveja-barata.  Eu queria me desfazer desse quadro, mas não queria me desfazer da estrutura, que é muito boa.  Resolvi, então, tirar toda a tela e começar do zero.  O desespero de me livrar daquilo era tão grande que nem me lembrei em tirar foto do quadro, que já estava bem deteriorado, pois na época da pintura eu sequer passei um verniz na tela e a tinta, com o tempo, foi secando e rachando.

Essa foto abaixo foi tudo o que eu registrei do momento em que estava fazendo os contornos com tinta preta.

Depois de ter testado com outro tecido, que ficou mais parecido com um chitão e não ornou, tentei com o tecido abaixo e acabei gostando do resultado.

ATUALIZADO!!! CONSEGUI ACHAR A FOTO DO PRIMEIRO TECIDO.

Esse aqui que não "ornou"

Esse quadro fica na parede de frente à mesa de jantar, que é também meu "cantinho craft", onde eu faço minhas coisinhas.  Quando o tempo permite, claro...

É a foto que ficou torta, não o quadro

O porta controle remoto que havia era igual a esse, só que já estava em  seus últimos suspiros de vida e acabei comprando um outro.  No embalo do porta-esmaltes, aproveitei e forrei também esse porta controle remoto, que ficou todo trabalhado na negritude com bolinhas brancas. 






Depois que tudo ficou pronto houve uma certa dificuldade em reencaixar as divisórias, porque o espaço ficou mais apertado por causa do pano, e aí a primeira divisória de baixo para cima  ficou só um pouquinho acima do nível.  Mas vamos sobreviver a isso...

Ops, uma mãozinha nervosa DETECTED!!!

E assim eu vou arrumando a minha casinha e fazendo coisas que eu sempre tive vontade mas não havia tempo nem interesse.  Hoje eu tenho muito mais interesse, porém, o tempo ainda falta, mas com algum esforço eu vou fazendo um cadinho aqui, outro acolá. 

Davi de molho em casa, com conjuntivite, again!