Craftices: Gaveta e Flores de Tecido

Mais uma gavetinha reutilizada.  Esta é irmã da gaveta que eu fiz como porta-xicrinhas, esta aqui

Então, vamos lá.  Esta gaveta não estava tão baleada quanto a outra, só a parte de trás que estava meio feinha mas nada que não se resolvesse.


Depois de aplicar a P.V.A. comecei a pintura com um tom de rosa.  Não sei porque eu escolhi  essa cor, já que ela não me atrai tanto assim.  Eu fui fazendo a cor, colocando corante na tinta branca e misturando, até chegar a esse tom.  Apesar de ainda ter ficado muito "roseeeenha" e depois de umas 3 demãos eu achei que já estava na hora de pular para a etapa seguinte.

Decidi forrar a placa do fundo com um tecido bem fofo para que ela ficasse parecida com sua irmã e depois de toda a trabalheira da pintura, tentei tirar a tal da placa.  O que aconteceu?  Claro, emporcalhei a gaveta toda, pois a placa estava pregada AND colada na parte do puxador!  Alguém explica por que eu não fiz isso antes de ter começado todo o trabalho?

Colei o pano assim mesmo, sem tirar a placa, só que, na hora de cortar a sobra do tecido para acertar os cantinhos.... o tecido havia grudado nas laterais e melecou quase tudo.  Mas se é para fazer um trabalho com o mínimo de decência, então arranquei todo o tecido e a gaveta ficou toda trabalhada no hematoma rosa.



Como eu já estava desprovida de falta de tempo para lixar e começar a pintura novamente, tive a incrível, fantástica, original e totalmente revolucionária ideia de cobrí-la com... contact!  Pois é, depois eu me perguntei porquê eu não havia pensado nisso antes, ao invés de perder um tempo precioso com pintura.  Enfim.  Comprei um contact... "roseeenha", só que um pouco mais fechado (que era a cor que eu realmente queria), sem estampa e fui cobrindo a parte interna e as laterais e a parte dos fundos.  Nas laterais externas eu aproveitei que a pintura não havia sido prejudicada e apenas apliquei verniz.



Eu tenho uma certa resistência, quase uma implicância com flores de plástico.  Talvez pelo fato de não saber fazer arranjos, mas elas não me agradam.  Tenho um arranjo na mesa da sala com flores desidratadas e um outro que é com uma orquídea de plástico foi-me dado de presente.  Mesmo assim, rodei em algumas lojas do ramo à procura de flores que pudesse utilizar nessa gaveta mas nada me agradava.  Foi então que me lembrei das minhas florzinhas de tecido, que eu havia feito há algum tempo e que estavam reservadas para outro projeto. Eu já tinha comprado esse vaso branco e aí fui testando o arranjo com as florzinhas.

Depois que eu vi que ficou legal e gostei do resultado, colei o vaso com superbonder porque eu achei que cola quente, cola branca ou cola universal não iriam funcionar nesse caso.  E aí a gaveta ficou assim.



Eu a coloquei na porta "morta" que dá acesso à cozinha, do lado de fora, que fica ao lado da porta de entrada,  já que essa porta é um pouco recuada e o arranjo não iria atrapalhar a passagem de ninguem.  Além disso, como esta gaveta é meio pesada, achei melhor que ela ficasse aí bem quietinha ornando a entrada da minha casinha. 





E como Presidente Honorária AND Vitalícia do Movimento SUGAL - Salvem Uma Gaveta do Lixo -  eu dedico este post a Vero, do Além da Rua Ateliê.