Craftices: espelho sunburst

Quando o sol bater
Na janela do teu quarto, 
Lembra e vê
Que o caminho é um só,

Um projeto bem legal e master fácil de fazer, além de ficar incrível: espelho sunburst.  Muito comum nos EUA, depois de peregrinar pela tia net, resolvi fazer o meu.

O material usado foi:

- palitos de churrasco grandes e médios
- hashis
- tinta spray
- cola quente
- cola branca
- susplats de MDF, medindo 22/25 cm
- espelho de vidro redondo, medindo 25 cm
- espelhos de acrílico


Porque esperar
Se podemos começar
Tudo de novo?
Agora mesmo,


A humanidade é desumana
Mas ainda temos chance,
O sol nasce pra todos,
Só não sabe quem não quer,



Eu, que sou uma negação na matemática, encontrei essa forma de arcar o centro do susplat. Cortei um pedaço de jornal do tamanho do susplat, dobrei duas vezes e encontrei o meio. Uma quase gênia, não?


Comecei a colagem dos palitos seguindo um pouco uma divisão básica: coloquei os palitos de churrasco em quatro pontas, fiz a mesma coisa com os de hashi e depois os de churrasco menores, mas, depois, não segui muito essa ordem, não, afinal, raios de sol têm tamanhos e são distribuídos de formas diferentes, não é?


O que aconteceu aqui foi o seguinte: sem prestar atenção, eu comprei os susplats com tamanhos diferentes: 1 medindo 22 cm e outro, 25 cm, que era o tamanho do espelho.  Só fui me dar conta quando já estava em casa e aí, era tarde demais. O ideal mesmo é comprar do mesmo tamanho mas, de qualquer forma, deu para colar e cobrir as pontas dos palitos.  Para fixá-los bem, passei cola branca por cima e colei o susplat de cobrir com cola branca e cola quente.  Depois, é esperar secar, de preferência, de um dia para o outro.


Quando o sol bater
Na janela do teu quarto,
Lembra e vê
Que o caminho é um só,


Esses espelhos são de acrílico e são vendidos em kits de várias cores.  Eu não os encontrei em loja física, só na Internet.  Eles vêm com essa película e com uma fita banana atrás, porém, eu utilizei cola quente porque não confiei muito nesse pedacinho de fita.


Hora de colar os espelhos, segui um pouco o roteio de tentar espalhá-los, com um pouco de harmonia entre os palitos, mas sem me prender muito a posicionamentos certinhos.  

E aí, o espelho sunburst ficou assim:


Até bem pouco tempo atrás,
Poderíamos mudar o mundo,
Quem roubou nossa coragem?
Tudo é dor,
E toda dor vem do desejo,
De não sentirmos dor,


Quando o sol bater
Na janela do teu quarto,
Lembra e vê
Que o caminho é um só.




(Quando o sol bater na janela to teu quarto - Legião Urbana - 1989)