2014, Use-o

Sim, eu fui mal educada em não deixar uma mensagem, por mais clichê que fosse, para você, que por aqui passa, desejando um Feliz Natal e um excelente Ano Novo.

Sim, eu tive alguns problemas pessoais que quase estragaram minha noite natalina e, não, não foi o estado de saúde do Davi, que ficou com conjuntivite e garganta inflamada mas que, graças a Deus, está com a corda toda e ligado nos 220 volts.

Mas como Deus é bom e sempre envia alguma bênção em forma de amigo(a), então todos sobreviveram, inclusive eu de mim mesma, e decidi que tenho que domar meu poder de autodestruição, já que tenho que preservar a minha família.

Mas como ainda estamos no comecinho do ano - até porque ele só começa MESMO só daqui a uns 15 dias, uma vez que o Carnaval será lá em Março - então eu quero te desejar um 2014 da melhor maneira que VOCÊ puder fazer.

Sim, geralmente ficamos no aguardo de que alguma coisa boa aconteça, seja ganhar o prêmio da mega sena de virada - o que não seria nada mal - ou algo realmente extraordinário.   Esperamos sempre também por alguém que resolva os nossos problemas e salve os nossos sonhos.

Mas eu tenho aprendido, muitas vezes a duras penas, que quem faz a minha felicidade sou eu mesma e que ela está nos detalhes: no abraço do meu filho, no companheirismo do meu marido, nas palavras de um(a) amigo(a), mesmo que nem o(a) conheça pessoalmente.  Às vezes essa felicidade está numa receita culinária que aprendemos e acertamos, num livro que lemos ou num filme que assistimos, mesmo num descanso da tarde ou num encontro com amigos para rir e lembrar de coisas ridículas.  

Amigos, sempre eles, os verdadeiros, são os que nos salvam.

Nada de reflexões profundas, apenas o aprendizado de valorizar quem nos valoriza - o que não significa desvalorizar quem assim o faz conosco, apenas dispensar o valor que temos com quem merece a nossa valorização, a começar pela nossa família, por menor que seja, como a minha, por exemplo.

Que você USE 2014.  Sim, use cada dia deste ano e dos próximos que eu te desejo viver, de todas as formas possíveis, desde que sejam boas e te tragam as pequenas felicidades.

Apesar do calorão de 47 graus!

Feliz 2014!