Blitz, Documento!


Uma das coisas que estavam nos meus planos e que eu consegui (Aleluia!) fazer foi a Carteira de Identidade do Davi.  No último sábado de 2013, fomos à unidade do Rio Poupa Tempo, na Central do Brasil, para darmos entrada no processo de elaboração do seu RG.  Foi tudo muito rápido e simples, talvez também porque no fim do ano muita gente não esteja lá muito preocupada em fazer sua documentação e sim, se preparar para as festas da virada.

Me lembro da vez em que eu mesma fui à uma Delegacia de Polícia para fazer a minha Identidade, eu já tinha 18 anos, já era macaca velha.  Sim, eu sou do tempo em que a Carteira de Identidade era feita pelo Instituto Felix Pacheco, que  por ser subordinado à Secretaria de Segurança Pública do Estado, emitia os documentos de identificação em delegacias.  Me lembro perfeitamente da hora de "tocar piano", onde tínhamos que imprimir as 10 digitais nos quadradinhos de um pedaço de papel.  Me lembro mais nitidamente ainda da sala de azulejos brancos que mais parecia um refeitório e que tinha uma pia comprida onde se lavavam as mãos sujas da tinta preta usada para "tocar piano".  Me lembro também do sufoco para tirar aquela tinta maligna dos dedos.  Depois de alguns vários anos, decidi trocar a foto e tirei a 2ª via, agora já emitida pelo DETRAN.

O tempo passou e "tocar piano" naquela tinta horrorosa é coisa antiga, porque agora não há necessidade de se emporcalhar todo para colher as digitais, o que é feito eletronicamente.  Só a digital do dedo polegar que ainda recebe a tinta - mais simpática, agora -, a fim de ser utilizada na Carteira de Identidade de quem (ainda) não escreve ou assina seu nome.  Davi se comportou direitinho, fez até uma cara bonita para a foto, assim como na hora de "tocar piano" eletronicamente. 

Apesar do feriado de Ano Novo, a Carteira de Identidade ficou pronta bem rápido, em torno de uns 5 dias úteis.  Quando consultei o andamento no processo pelo site do Detran/RJ já fui toda esbaforida buscar. 

A 1ª via da Carteira de Identidade é gratuita para todo o cidadão brasileiro, independente da idade.  Porém, se for menor de idade, ela tem validade até os 18 anos, mas pode-se tirar uma 2ª via - que já é paga - caso se queira trocar a foto.  Achei importante que Davi já tivesse seu RG, pois além de ser seu documento oficial  - além da Certidão de Nascimento, claro - é fácil de se portar e bastante útil em qualquer situação.  E como ele já tem C.P.F. eu achei melhor que essa informação também constasse no documento.

Diferentemente dos meus tempos, hoje em dia várias crianças já têm sua Carteira de Identidade - no dia em que fui buscar a do Davi havia muitas crianças no Poupa Tempo, de várias idades.   E se você se interessou, vá no Poupa Tempo - caso haja esse serviço na sua cidade, ou, então, ao DETRAN, que é o órgão emitente.  Os documentos solicitados são esses aqui.  Enfim, um serviço realmente de utilidade pública.

Davi ficou muito contente com seu RG, mas eu fiquei uma arara mordida com o "Impossibilitado de Assinar", pois ele fez seu nome direitinho... só que fora do espaço, ué!