Chegando quase no Fim


Eu sempre tive um olhar meio atravessado em relação a blogs.  E não é que hoje, de repente, me bateu um "click" de fazer um?  Então, ói-eu-aqui! Se bem que eu não sei se quero tanto ser vista, talvez o que eu queira é ser ouvida, nem que seja por mim mesma.

Desde que me descobri grávida, passei a registrar alguns momentos dessa fase.  Que fase! Comprei um diário simples e lá colocava algumas das pequenas experiências do dia a dia daquela evolução humana. Era de vez em quando, mas tinha tempo para isso.

Quando Davi nasceu, tentei de alguma forma dar continuidade para os registros.  Só que - quem é mãe sabe muito bem - "tempo" passou a ser algo precioso.  O tempo, contadinho, passa rápido (sim, é um clichê super-mega-chavão, mas não tem outro.  Então, vai esse mesmo).  Ainda assim, pulsava dentro de mim a vontade de registrar as coisas, as pequenas e grandes, mas o tal do tempo não me permitia, pois o tal do Davi o havia tomado de assalto e estava em todos-os-lugares-ao-mesmo-tempo-agora.
Portanto, taí a razão desse blog ter nascido 9 meses após os 9 meses da gestação do Davi, chegando quase no fim do ano.

O blog é para mim, por ele, para ele e para quem quiser, quem vier. 

Seja bem vindo!  Seja bem vinda!