Craftices: Gavetas, Porta Xícaras e Canecas y Otras Cositas Más

Depois que eu entrei "nessa vida" de fazer craftices para a minha casinha, meus olhos se abriram para ver coisas que me passavam despercebidas e que poderiam - e podem - ser reaproveitadas.  Ao mesmo tempo que digo isso, me lembro com grande tristeza no meu coração de outros objetos dos quais me desfiz e que hoje poderiam ter se transformado em peças de trabalhos manuais.  Mas, enfim, não dá para ficar choramingando por aquilo que se deixou de ser feito, principalmente quando a gente não tem ideia ou oportunidade.

Uma das primeiras coisas que eu fiz como craftice foi este Porta Xícaras com uma caixa que eu tinha há milhões de séculos.  Ela ficou muito belezura e dengoso, até que um dia foi atropelado pela prateleira de canecas.







Tentei me acostumar de várias formas com essa prateleira - que era a coisa mais simples de se fazer mas que, à época, me deu um banho de suor e lágrimas (mas, pô, eu estava começando, né).  O tempo foi passando mas eu não conseguia me acostumar, pois achei que ela tomou um espaço para fora da parede que não estava legal.  Dava até um medo de passar e bater com a cabeça nela.  Até que um dia eu resolvi mudá-la de lugar e fazer outro Porta Canecas menos "bojudo".

Não foi nada de extraordinário, muitíssimo pelo contrário, comprei esses 2 cabideiros e foi só passar umas 2 ou 3 demãos de tinta acrílica, furar e instalar na parede.  Aliás, para quem tem problemas de espaço no chão como eu, a solução é explorar as paredes ao máximo.


Então, hoje, as canecas estão assim, "dependuradas" na parede, de forma que não ficaram tão para fora e mais ornadas.  Achei que ficou  muito melhor, mais comportadas, sem ameaçar a cabeça de ninguém.

Mas, voltando um pouco atrás, houve um tempo que eu encontrei algumas ótimas gavetas nos lixos da vida.  São gavetas de madeira mesmo, não de aglomerado, e  com grande potencial  para várias coisas.  Essa é uma delas, que eu aproveitei para fazer um novo Porta Xícaras e o legal  é que ela já estava com essas divisões.  Aparentemente ela estava muito boa, só que quando eu tirei a base, ela se encontrava nesse estado cadavérico.





Essa base não tinha a mínima salvação, então, tirei a medida e cortei o tamanho num papel paraná com uma espessura que passasse pelo lugar onde ela fica fixada na gaveta.  Apliquei uma demão de tinta spray branca e cobri com um pedaço de... tecido-verde-de-bolinhas-brancas, o mesmo que eu usei para a tábua de carne neste post.  Na verdade, eu comprei esse tecido para fazer uma cortina para a cozinha, que se encontra em fase de produção.

Depois do ritual de lixar e lixar e lixar (marido, marido, marido), passei a base acrílica e depois a tinta acrílica branca e o verniz.  Marido também colocou esses ganchinhos brancos dos lados e aí ela ficou assim.



Acho que agora, tanto as xícaras quanto as canecas estão em harmonia, com a mesma cor e basicamente no mesmo nível de "saída" da parede.



E eu já ando bem prendadinha.  Já fiz várias flores de tecidos como essas. (depois eu coloco um post sobre).  Deu um trabalhinho básico mas consegui, pelo menos, fazer algumas para colocar no Porta Xícaras.  Aproveitei um vidro de leite de côco, enrolei um barbante e apliquei spray verde e as coloquei ali.