Brinquedos e Crianças


O último dia 12 foi realmente o primeiro em que Davi curtiu o Dia da Criança.  Quer dizer, na verdade, ele não curtiu a data em si, já que não faz a menor ideia da diferença entre segunda e quinta-feira, janeiro ou outubro. Quer dizer, na verdade, quem curtiu bastante fui eu mesma.

Como moro na zona oeste, a Quinta da Boa Vista tem sido um local  frequentado constantemente e apesar de levar a (má) fama de "parque de suburbanos", nesse dia, como não poderia deixar de ser, estava empanturrado de crianças curtindo seus presentes, além das diversas atividades que ali aconteciam, como, por exemplo, a apresentação do Circo do Marcos Frota e distribuição de doces.

Davi ganhou de sua avó um carrinho, daqueles que têm pedais e um empurrador. Acho que esse foi o primeiro brinquedo que havia despertado um real interesse nele, porque todas as vezes que uma criança passava com um carrinho parecido, ele cismava em pular para dentro do mesmo, com ou sem a criança proprietária.

Não adianta. Criança gosta de ganhar brin-que-dos, e quando isso acontece no Dia da Criança tudo leva um toque de magia. Como o Davi ainda é muito pequeno, se distrai com qualquer coisa, e talvez por isso eu ainda não tenha sofrido com exigências na compra de brinquedos.  E sinceramente, confesso que até agora não gastei muito dinheiro com isso, visto que ele ganhou uma boa porção no aniversário (muitos parecidos, como aqueles que vêm com peças para encaixar), e também pelo fato de que, com sua mão de estivador, quebra quase tudo.

Portanto, não vejo razão para torrar uma grande fortuna em um brinquedo caríssimo que vai surtir o mesmo efeito que algum comprado pela metade - ou menos - do preço. Mesmo assim, eu sei muito bem que minha hora vai chegar, porque o preço de determinados brinquedos vai aumentando junto com o tamanho da criança.

No mais, tenho carregado algumas pedras, mas, como dizia aquele cantor, "faz parte do meu show".




Na última (e primeira) reunião da creche, o desfralde foi um dos assuntos abordados.  A partir do próximo ano, mais precisamente fevereiro, as crianças de 2 anos serão iniciadas nessa transição.

Como havia comentado aqui, a última cirurgia do Davi abriu uma fístula, e a cada mês ele tem sido sedado e levado ao centro cirúrgico para se submeter a uma dilatação, procedimento que se estenderá até após fevereiro. Ou seja, Davi não poderá ser "desfraldado" tão cedo.

E meu coração está do tamanho de um grão de mostarda.....


O Horário de Verão começará no próximo sábado, dia 15. O prenúncio do meu tormento porque, como muita gente sabe, eu odeio o horário de verão, o verão e tudo relacionado ao verão.